Publicado em: 20/02/2018

Categoria:

Nanuque volta a ter linha aérea! Depois de aproximadamente três décadas, desde quando desativou a linha aérea que atendia Nanuque, a idéia do que “Nanuque já teve” começa a perder forças diante dos últimos acontecimentos. Nanuque volta a ter linha aérea para Belo Horizonte com escala na cidade de Teófilo Otoni.

Foi uma tarde inigualável! O vôo inaugural foi celebrado por autoridades e um bom número de pessoas, dentre elas vários empresários, políticos e representantes da imprensa. O vôo chegou na hora prevista; 17h20, quando uma multidão já aguardava no aeroporto; todos queriam fazer parte daquele momento tão importante para a cidade.

A bordo do primeiro vôo desse projeto, estava o prefeito da cidade Roberto de Jesus, o deputado estadual Gustavo Santana e o diretor da Codemig, Zito Vieira; autoridades diretamente envolvidas no acontecimento. A inclusão de Nanuque faz parte da sétima fase do projeto, podendo ser inclusos outros destinos dentro do Estado.

O ‘Voe Minas Gerais’ é um Projeto de Integração Regional de Minas Gerais – Modal Aéreo, é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Codemig e em parceria com a Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas, para promover o desenvolvimento econômico regionalizado. Com o Projeto, várias cidades mineiras têm ligação aérea com a capital. Com a redução da distância entre as cidades, os negócios regionais em todos os setores, e até o turismo serão intensificados.

A empresa TWO é a responsável em atender o projeto, sendo subsidiada em parte pelo Governo do Estado. Nos vôos de Nanuque, por exemplo, o subsídio é de R$ 470,00 (quatrocentos e setenta reais) por passageiro.

O aeroporto estava todo limpinho, o povo ansioso…de repente, lá no alto, eis que surge a aeronave. Correria dos repórteres fotográficos e cinegrafistas na procura do melhor ângulo. Aglomeração até que o avião parou e as pessoas puderam adentrar na área restrita ao pouso. Algumas pessoas entraram na aeronave para conhecer o interior da mesma; não que avião em Nanuque é ‘coisa do outro mundo’, já que diariamente umas 10 aeronaves são facilmente encontradas nos hangares do aeroporto, sendo a maioria delas de propriedade de empresários nanuquenses.

As autoridades foram convidadas a se aproximarem do serviço de som instalado para a ocasião, enquanto uma saxofonista entoava uma bela canção. O responsável pelo aeroporto, Reginaldo Barbosa, servidor público municipal nomeado para tal função, que tão bem vem desempenhando, foi o primeiro a fazer uso da palavra, quando, após saudar as autoridades e os demais presentes, expressou seu contentamento pela ocasião. “Essa data de 19 de fevereiro de 2018 ficará para sempre na minha memória e, com certeza na memória de cada um que está presenciando esse momento ímpar na história da nossa querida Nanuque”, disse emocionado. Mas Reginaldo aproveitou a oportunidade para fazer cobranças de melhorias para o aeroporto, como o telamento e ampliação da pista de pouso.

O diretor da Codemig, Zito Vieira, um dos responsáveis pelo Projeto, simplificou sua fala demonstrando a importância da linha  aérea no desenvolvimento econômico da cidade, em todos os setores, como no turismo, no agronegócio e no setor de serviços. Zito é nanuquense e se diz muito feliz e realizado com o ‘Voe Minas Gerais’.