Publicado em: 29/09/2017

A Prefeitura de Nanuque, em parceria com a FIEMG – Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, está oferecendo um curso de Pedreiro de Alvenarial Assistente na Escola Profissionalizante, no bairro Vila Nova, onde também funciona uma unidade da UAITEC – Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais e também da UNIP – Universidade Paulista.

            As inscrições terão início no dia 02/10 no SINE, localizado no prédio da Secretaria de Assistência Social (antiga Nestlé), com previsão de duração de aproximadamente 30 dias, entre 10/10 (data da aula inaugural) e o dia 14/11 (data do encerramento). No decorrer do curso, os alunos terão acesso a conhecimentos básicos de técnicas de edificações, como também a normas e procedimentos de segurança e serão divididos em duas turmas, nos horários matutino e vespertino, com cerca de 20 alunos matriculados em cada turno

                        Trata-se de uma Escola Móvel itinerante idealizada pelo Presidente da FIEMG, Dr. Olavo Machado Júnior, que pensou em uma Escola que pudesse atender todas as cidades mineiras, levando oportunidades para todos, principalmente nas cidades onde não há unidades SESI/SENAI.

            O Programa privilegia o ensino pela prática, de forma descomplicada e rápida, através do qual os alunos desenvolvem habilidades, adquirindo o gosto pelo fazer. A ideia seria o resgate aos antigos ofícios.

            “A oferta desses cursos faz parte de um esforço concentrado do Governo do Prefeito Roberto de Jesus em capacitar os nossos jovens e prepara-los para o mercado de trabalho, por uma via mais simples que são os cursos profissionalizantes. É um incentivo inicial para que, após, o jovem possa buscar a sua especialização em níveis mais elevados”. Afirmou Cláudia Mária, Secretária Municipal de Assistência Social.

            “Uma ótima oportunidade para os nossos jovens buscarem conhecimentos que não só vão facilitar o ingresso no mercado de trabalho, como também servir de base para aplicar esses conhecimentos no próprio dia-a-dia”. Arremata Danilo Caires, Coordenador do Programa Acessuas Trabalho.