Publicado em: 08/02/2018

 

Nem bem se realizou o carnaval, quando a Prefeitura de Nanuque tenta resgatar seus valores e sua cultura, promovendo o tradicional carnaval de marchinhas, a Secretaria de Cultura do município já recebeu o aval do prefeito, e os festejos juninos já entraram em pauta. Nessa quarta, 07, o prefeito Roberto de Jesus recebeu em seu gabinete, juntamente com a diretora de cultura, Girlane Amaral, algumas lideranças do campo do entretenimento da cidade, mais voltados para a dança em várias modalidades.

A pauta do encontro teve como ponto forte as festas juninas, ou simplesmente, a festa de São João. O prefeito demonstrou o desejo de estar resgatando, assim como o carnaval de marchinhas, as tradicionais festas do mês de junho. Muitas opiniões, sugestões e, acima de tudo boa vontade. A Prefeitura expôs suas condições e o que poderá ser feito para a realização das comemorações.

Foi apenas uma primeira conversa; nada ainda definido, porém, bem começado. Dentre as várias sugestões apresentadas, a criação da ‘Vila de São João’ ganhou força entre os presentes. A criação de uma vila, com todas as características de uma comunidade rural; daquelas de antigamente, quando se celebravam as festas do mês de junho, tendo como destaque a festa de são João, poderá ser o foco do mês de junho.

Nessa vila imaginária, haveria as brincadeiras mais comuns daquela época, como o famoso pau de sebo, a corrida de saco, cobra cega e tantos outros que quem já passou dos 40, com certeza se lembra. A realização das quadrilhas, com toda sua originalidade seria o ápice do evento. “Resgate” é a palavra chave em que não se cansa de repetir.

Nanuque vem mostrando seus potenciais em várias áreas, que seja na cultura, no esporte, no turismo, na economia diversa e tantos outros setores. Mas nada disso é visto como uma identidade do município. E, é pensando também nesse aspecto, que o prefeito municipal vem trabalhando para mudar essa realidade. “Resgatar nossos valores, mostrando nossa diversidade cultural, faz parte das nossas metas de governar. Todo povo necessita da sua identidade e, pensando como a maioria, e nesse projeto de desenvolvermos um governo participativo, em que as opiniões são ouvidas a e aproveitadas, é que estamos buscando parcerias para que Nanuque seja vista como uma cidade que tem identidade própria”, afirmou o gestor nanuquense.