Publicado em: 12/03/2018

Categoria:

Aos poucos Nanuque vai se recuperando de muitas perdas ocorridas no passado e ganhando outras novidades. A entrega oficial do frigorífico de pescados à Colônia dos Pescadores pela empresa Santa Clara; empresa responsável por uma barragem no município, sobre o Rio Mucuri, é um desses novos empreendimentos que acaba de chegar para a cidade.

O frigorífico composto de equipamentos de última geração, tem capacidade para processar meia tonelada por dia de peixe. A Colônia recebeu o frigorífico com todas as instalações já prontinhas para iniciar o processamento; faltando apenas o principal; o peixe. A Colônia dispõe de aproximadamente 200 tanques redes que até hoje, não se sabe o motivo, estão fora da água.

Durante a entrega das chaves do frigorífico aos pescadores, algumas autoridades se fizeram presentes, dentre elas o prefeito de Nanuque, Roberto de Jesus, que colocou a estrutura da Prefeitura à disposição dos pescadores, para o que for necessário para que o frigorífico entre em ação o mais rápido possível. Na sua fala o gestor nanuquense reforçou a disponibilidade de manter uma forte parceria entre a Colônia e a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Agricultura.

“Estamos vivendo um momento especial em Nanuque, quando muitas coisas boas estão acontecendo, e esse é o momento de aproveitarmos cada oportunidade, descobrindo e explorando as várias vocações do município, para que possamos ter uma identidade própria; estamos no caminho certo e é nesse caminho que o nosso governo vai trilhar, para construirmos um futuro mais promissor para nossa população”, disse o prefeito.

Recentemente, um empresário do setor comercial e industrial de peixes esteve em Nanuque, acompanhado por um assessor técnico da sua empresa, para conhecer o frigorífico e se mostrou bastante interessado no empreendimento. Eles estiveram também no lago da barragem no Rio Mucuri e se encantaram com as ótimas condições de criatório em tanque redes.

O empresário e seu assistente foram recebidos no salão de reuniões do gabinete, pelo prefeito Roberto de Jesus e dois dos seus secretários, o de agricultura, Nélito Carvalho e o de desenvolvimento econômico, Alexandre Fontana. Também estiveram presentes dois representantes da Colônia dos Pescadores, o presidente da entidade e um associado.

A conversa rendeu bons frutos, o prefeito expôs a disposição de contribuir de forma eficaz para o sucesso das negociações, enquanto o secretário da pasta da agricultura, na condição de técnico do setor e responsável pelo projeto do frigorífico, fez uma demonstração do potencial econômico do município no setor pesqueiro.

O empresário fez uma pequena demonstração virtual da sua empresa sediada no Espírito Santo e mostrou alguns potenciais clientes atendidos nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e São Paulo.

O certo é que o empresário se mostrou bastante interessado em assumir de vez as instalações do frigorífico e colocá-lo para funcionar o mais rápido possível. A Prefeitura está fazendo a sua parte, agora depende da resposta dos integrantes da Colônia e decidirem a melhor forma para uma parceria com o empresário, que também se mostrou interessado em produzir peixe no lago.

O frigorífico não deve ficar parado, as máquinas necessitam de manutenção e permanecerem ligadas, e os pescadores associados à Colônia não terão peixe tão cedo para tocar o frigorífico, pelo menos até meados do próximo ano.